Simplificação do Comércio Exterior

31 07 2008


O MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) anunciou medidas definidas pela Estratégia Nacional de Simplificação do Comércio Exterior, da Camex (Câmara de Comércio Exterior).

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou que produtos de saúda fabricados no Brasil não necessitarão de registro no órgão para exportação. O órgão também dispensou a autorizção aduaneira em trânsito de produtos fora da lista.

A Rceita Federal por sua vez colocou a disposição um serviço online denominado Consulta Pública Externa, no qual pode-se informar e dar sugestões a respeito das leis aduaneiras.

Está em planejamento pela Receita Federal, junto com o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) a Linha Verde para produtos sanitários e fitossanitários que geram risco Comínimos.

Espera-se menor burocracia e mais agilidade para as exportações com essas medidas.

Para mais informações: Intelog





Chega de Ficar Com o Telefone na Orelha

29 07 2008


Empresas de telefonia, transportes terrestres, energia elétrica, abastecimento de água, serviços financeiros, cartões de crédito, TV por assinatura ou cabo, companhias aéreas, palnos de saúde e comunicações, terão um prazo de quatro meses para aderir às novas regras estabelecidas pelo governo. Após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinar o decreto da lei, o prazo de quatro meses começará a correr.

Com as novas regras os Call Centers das empresas terão de funcionar 24 horas por dia, sete dias por semana, a pessoa não poderá ser transferida para mais de um atendente, evitando assim o longo tempo de espera no telefone. A tentativa de estipular um prazo de 60 segundos para ser atendido não foi aprovado, pois segundo especialistas cada caso tem suas especificidades podendo um atendimento durar mais tempo que outro.

Só espero que vigore essa lei, pois quando se liga para alguma empresa reclamando, requisitando suporte técnico, você fica esperando por um tempo absurdo ouvindo uma música irritante ou algum mensagem eletrônica que não muda em nada sua vida. Mas se você ligar para alguma empresa querendo comprar algum produto, em 10 segundos já tem algum atendente lhe desejando “bom dia”.

Entendo que o trabalho no Call Center, deve ser estressante, gerar alguns distúrbios no pessoal da área como LER entre outros, ouvir chigos, falar seguindo scripts, mas o apelo vai para as empresas que precisam contratar mais pessoas para trabalharem nessa área gerando emprego, dividindo tarefas, assim evitando o desgaste dos funcionários e propriciando um melhor atendimento aos clientes.

Mais informações: Estadão

Até mais!





Motos Começarão a Pagar Pedágio

28 07 2008


Visando o aumento da frota e o número de acidentes de motos no país, principalmente no estado de São Paulo em que o governo deciciu permitir a cobrança de pedágios para este tipo de veículo. A cobrança, segundo estimativas, pode ser a metade cobrada para os automóveis. As concessionárias alegam ter custos com motocicletas e vêem a cobrança de pedágios um alternativa para driblar os custos.

Mais informações entrem em Intelog e outra parte no mesmo site Intelog

Abraços!





PROBLEMA COM A INTERNET

22 07 2008

PESSOAL ESTOU SEM INTERNET EM CASA. DESDE SEXTA FEIRA (18/07) MEU SPEEDY NÃO ESTÁ CONECTANDO A INTERNET E, COMO DE COSTUME, ATÉ HOJE A TELEFÔNICA NÃO TOMOU AS DEVIDAS PROVIDÊNCIAS. A EMPRESA DISSE QUE MANDARIA UM TÉCNICO EM MINHA CASA NO SÁBADO (19/07), MAS ATÉ HOJE NÃO APARECEU UMA ALMA VIVA. LIGUEI 4 VEZES LÁ, MAS ATÉ AGORA NADA.

ESPERO QUE O PROBLEMA SE RESOLVA EM BREVE.

ABRAÇOS

P.S.: DESCULPEM PELO CAPS





Alta dos Preços de Implementos Rodoviários

17 07 2008


Devido a alta dos preços das matérias-primas, como o aço carbono, os preços do setor de implementos rodoviários – reboque, semi-reboque e carroceria sobre chassi – terão reajustes de até 15%. Mesmo com o reajuste, as vendas continuam em alta. O setor cresceu 15% segundo projeções. O aumento dos setores sucroalcooleiro e da construção civil são fatores que impulsionaram o crescimento.

Só espero que o preço não seja sentido pelo consumidor final.

A matéria pode ser lida no site DCI .





WMS – Wharehouse Manegement System

16 07 2008

Olá pessoal, espero que todos estejam bem! Vou falar um pouco sobre o WMS – Sistema de Gerenciamento de Armazém em inglês – que lida, como o próprio nome diz, com o gerenciamento de armazéns através de sistemas informatizados.

Atualmente, as empresas tentam administrar os seus estoques de forma que não gerem muitos custos para elas. Com a economia ascendendo em países antes subdesenvolvidos inserindo muitas pessoas para classes sociais mais altas e com poder aquisitivo, a demanda aumentou e a produção de produtos acompanhou esse rítimo. Como guardar e gerenciar as matérias-primas e os próprios produtos acabados de uma forma que não gere prejuízos para as empresas?

Com o avanço da tecnologia, da informática, a explosão da internet, novos sistemas surgiram e deles veio o WMS para o alívio das empresas. Resumindo podemos dizer que ele É um sistema de gestão por software que melhora as operações do armazém através do eficiente gerenciamento de informações e conclusão de tarefas. O WMS torna mais eficiente as operações de gerenciamento de armazéns em forma de planejamento de mão-de-obra, planejamento de nível de estoques, utilização de espaços e rotina de expedição.

Atividades do WMS:


Recebimento

  • Agenda recebimento de caminhões.
  • Prioriza desembarque.
  • Captura notas fiscais dos fornecedores.
  • Controla a qualidade dos produtos sendo recebidos.
  • Emite etiquetas de códigos de barras para pallets, volumes ou peças.
  • Recebe mercadorias na modalidade cross-docking;

Armazenamento

  • Define os endereços dos produtos a serem armazenados, tais como: zona, rotatividade ou família de produtos.
  • Controla diferentes estruturas de armazenagem como: porta pallets, prateleiras, blocos.
  • Controla automaticamente o abastecimento da áreas de picking.


Picking

  • Captura os pedidos de clientes através de interfaces com sistemas comerciais e roteirizadores.
  • Gerencia ativamente as tarefas de separação pendentes.
  • Integra-se com diferentes tipos de equipamentos como esteiras, balanças, sensores e equipamentos automáticos de movimentação.

Linha de Produção

  • Define linhas e postos de trabalho na linha de produção.
  • Rastrea os produtos utilizados no processo de fabricação.
  • Controla o ressuprimento automático da linha de produção.
  • Controla a impressão e a aplicação de etiquetas de códigos de barras na linha de produção.

Expedição

  • Controla a expedição de pallets, volumes ou caixas.
  • Emite uma lista de conteúdo de pallets, volumes ou caixas.
  • Emite Notas Fiscais (opcional).
  • Gerencia o cancelamento de pedidos e o retorno de mercadorias para o estoque.

Podemos destacar o WMS em cinco elementos, que são eles:

1)Entrada:

  • O Produto é identificado por código e quantidade quando desembarcados mas docas de recebimento;
  • Os dados do produto dão entrada no WMS através do uso de leitores de códigos de barras, terminais RFID ou teclados digitais;
  • Peso, cubagem e configuração de embalagem do produto são conhecidas mediante conferência entra o código desse produto e o código no arquivo interno do produto.

2) Estocagem:

  • O WMS conversa o layout do espaço do edifício e o estoque guardado nas instalações;
  • O WMS aloca os produtos com base no layout de estocagem, a um local específico para posteriormente ser retirado;
  • Seqüência a recepção e rota para minimizar o tempo de viagem quando houver necessidade de armazenamento de múltiplos produtos em locais múltiplos na mesma viagem;
  • O registro de localização do estoque vai sendo ajustado conforme o nível de estoque é afetado.


3) Gerenciamento do Estoque:

  • Monitora os níveis do produto em cada ponto de estocagem no armazém;
  • Quantidades e o momento da reposição são sugeridos de acordo com regras bem específicas;
  • Pedido de reposição é transmitido ao departamento de compras ou diretamente aos fornecedores ou fábricas da empresa via EDI ou a Internet.

4) Processamento de Pedidos e Retirada:

  • Recebendo o pedido, o WMS os decompõe em grupos de itens que exigem tipos diferentes de processamento e separação;
  • Itens são agrupados de acordo com a localização dos pontos de estocagem;
  • WMS divide o pedido de itens separados em quantidades menores, dispersas, separados em caixas cheias, paletes completos, como em áreas isoladas e seguras do armazém afim de separar e organizar o fluxo do pedido de forma que os itens consigam ser embarcados como um pedido completo na seqüência apropriada com outros pedidos;
  • Itens são separados de forma que o trabalhador evite percorrer longas distâncias, força despendida e cansaço.

5) Preparação do Embarque:

  • Pedidos de clientes da mesma região são escolhidos simultaneamente a fim de chegarem no ponto de embarque e na carroceria do caminhão ao mesmo tempo;
  • Fazem-se estimativas de cubagem e peso dos pedidos de múltiplos clientes que serão levados num caminhão, contêiner ou vagão ferroviário;

Ferramentas utilizadas no WMS:

Leitor de Código de Barras (Código alfa numérico impresso para comunicação de dados)
Terminal de Comunicação via RFID (Identificação de itens dentro de um limite de distãncia)
Teclado Digital (Computador de mão geralmente para controle de inventário)
Empilhadeiras (Veículos para elevação de cargas)
Esteiras Rolantes (Sistemas fixos que movem os produtos no armazém)

Recomendo o livro Tecnologia da Informação Aplicada à Logística que traz explicações sobre os principais sistemas de informação usados na logística.

Abraços!





Lei Seca: Redução de Acidentes e de Custos

15 07 2008

Além da redução de acidentes em cerca de 55% obtida pela implantação da Lei Seca que prevê multa R$955,00, suspensão do direito de dirigir por um ano e até pena de prisão para condutores embriagados, seguradoras estimam queda dos preços das apólices.

Essa é uma boa notícia para aqueles que não possuem seguro de carro aproveitar a queda dos preços e adquirir a apólice, e também, uma notícia agradável para os possuidores de seguro de carro que poderão economizar mais com esta queda. Mas só teremos essa redução dos preços se a lei for cumprida no longo prazo.

A matéria pode ser lida na íntegra no site EXAME.

MAIS IMPORTANTE É TERMOS A CONSCIÊNCIA DE NÃO BEBER QUANDO SE VAI DIRIGIR, POIS MESMO O SEGURO SENDO BARATO, MUITAS VEZES ELE NÃO SALVA SUA VIDA, SÓ DEIXA O DINHEIRO PARA AS PESSOAS AUTORIZADAS A RECEBEREM. DÊ VALOR À VIDA!

Até mais!