O Que É Logística?

3 07 2008

Essa é a pergunta que todos fazem. Neste post vou publicar um “breve” resumo sobre a logística. Durante os dias irei publicar sobre cada aspecto da logística de forma mais aprofundada, pois como disse, neste post só está uma visão resumida do que é logística. Vamos lá então!

O mundo globalizado trouxe várias oportunidades e desafios para as empresas. As organizações precisam criar, mudar ou manter uma eficaz, eficiente e efetiva gestão para poderem continuar no jogo corporativo que a cada dia se torna mais desafiante, dificultando as empresas chegarem ao lucro, uma boa rentabilidade. Para vencer, as empresas estão buscando novas formas de gestão e é na logística que estão apostando suas fichas.

O termo logística é de origem militar e vem de muito tempo atrás. No dicionário você provavelmente irá encontrar a seguinte definição para logística: “O ramo da ciência militar que lida com a obtenção, manutenção e transporte de material, pessoal e instalações.” Em grandes guerras, no passado distante, como na época de Alexandre, o Grande os exércitos usavam estratégias logísticas para alcançar êxito. Uma tropa do exercito aliado era enviada primeiramente para subtrair e danificar suprimentos da base inimiga, assim, desfalcando o inimigo de materiais necessários para o combate. Não são apenas os combatentes os principais militares para sua manutenção, mais importante ainda são os militares das equipes de apoio responsáveis pela obtenção de materiais, armamentos, comidas, medicamentos e outros suprimentos essenciais para o exército. Calcula-se que, para cada 10 combatentes são necessários 90 militares na equipe de apoio para cuidar dos suprimentos. Batalha como a da Normandia na Segunda Guerra Mundial que necessitaram a convocação de milhares de combatentes e equipamentos, como também transportes, é exemplo do esforço logístico. Na Guerra do Golfo foram enviados 200 mil soldados e respectivos equipamentos em um prazo de um mês e meio.

Ainda focando a logística em um tema militar, a mesma visa o serviço ao cliente, que no caso da guerra, os combatentes que estão nos campos de batalhas são os clientes. Quando esses militares requerem alterações nos equipamentos, como o calibre dos armamentos, a cor da camuflagem dos blindados, é o pessoal da logística que cuida dessas reivindicações.

A logística começou a ser uma vital disciplina para as empresas logo após o término da Segunda Guerra Mundial, pois a população em geral começou a consumir, reconstruir seus lares, enfim, o mundo voltava para o desenvolvimento e a demanda se expandia diariamente. Era necessário comprar matérias-primas, produzir, estocar e transportar para os novos clientes, mesmo sendo uma época aonde não havia a customização dos produtos, o que possibilitava uma mesma linha de produção produzir enormes quantidades de produtos idênticos, as empresas necessitavam de uma boa gestão logística para manter-se ativa e fora de prejuízos.

Evolução da Logística

Antes de 1950: os anos adormecidos

1950 – 1970: o período de desenvolvimento

1970 e além: os anos de crescimento

Primeira Fase: Atuação Segmentada

  • A moderna Logística praticamente se originou da Segunda Guerra Mundial.
  • Após a guerra, a indústria procurou preencherimportantes lacunas de demanda existentes no mercado consumidor (automóveis, eletrodomésticos, bebidas), aproveitando a capacidade ociosa e os novos processos de produção em série.
  • Ausência de sofisticados sistemas de comunicação e de informática.
  • Controle manual de venda e estoque.
  • Estoque como elemento chave no balanceamento da cadeia de suprimento.

Segunda Fase: Integração Rígida

  • Aspiração por produtos diferenciados.
  • Novos produtos incorporados ao lar.
  • Uma quantidade muito grande de produtos alimentícios.
  • Processos produtivos de manufatura mais flexíveis

Início da década de 70:

  1. Crise do petróleo;
  2. Aumento do custo de transporte;
  3. Redução das margens de lucro.

Novas alternativas para escoamento dos fluxos

logísticos:

  1. Utilização intensiva da multimodalidade
  2. Usos combinados de: caminhão, navio, trem e avião.

  • Introdução da informática nas operações das empresas.

Terceira Fase: Integração Flexível

  • Integração dinâmica e flexível em dois níveis: dentro da empresa e nas inter-relações da empresa com seus fornecedores e clientes.

Início da década de 80.

  • Utilização de EDI (Intercâmbio Eletrônico de Dados).
  • Desenvolvimento da informática.
  • Utilização de código de barras.
  • Maior preocupação com a satisfação plena do cliente.
  • Redução contínua dos níveis de estoque.

Quarta Fase: Integração Estratégica (SCM – Supply Chain Manegement ou Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos)

  • Logística sendo tratada de forma estratégica.
  • Utilização de postponement (postergação).
  • Empresas virtuais.
  • Crescente preocupação com os impactos da logística no meio ambiente.
  • Utilização em larga escala de tecnologia da informação.
  • Concentração nas atividades principais (core competence)
  • Parceria com fornecedores e clientes.

O intercâmbio de informações, mais do que nunca, é intenso nessa quarta fase da Logística, mas o que a distingue significativamente das demais são:

  • Ênfase absoluta na satisfação plena do consumidor final;
  • Formação de parcerias entre fornecedores e clientes, ao longo da cadeia de suprimento;
  • Abertura plena, entre parceiros, possibilitando acesso mútuo às informações operacionais e estratégicas;
  • Aplicação de esforços de forma sistemática e continuada, visando agregar o máximo de valor para o consumidor final e eliminar os desperdícios, reduzindo custos e aumentando a eficiência.

Hoje existe a questão se a logística é parte do SCM – Supply Chain Manegement ou Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos – ou se é o contrário. Pelo fato de muitas empresas ainda não estarem na quarta fase (SCM) é certo dizer que o SCM faz parte da Logística.

Saindo um pouco da história da logística, vamos falar sobre ela nos dias de hoje, suas principais atividades e, claro, o que é logística de uma forma resumida.

Objetivo da Logística: Tornar disponíveis produtos e serviços no tempo, no lugar, na forma e nas condições desejadas, do modo mais lucrativo ou menos dispendioso para as cadeias de suprimentos.

A logística pode ser vista como um triângulo, que recebe o nome de Triângulo de Planejamento Logístico, tendo no centro o nível de serviços e nos vértices as três grandeszas da logística – o estoque, o transporte e a localização.

A logística absorve entre 60 a 80% das vendas.

As denominações da logística:

  • Distribuição Física
  • Administração de Materiais
  • Gerenciamento de Transportes
  • Logística
  • Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos

As atividades logísticas:

  • Transportes
  • Manutenção de Estoques
  • Processamento de Pedidos
  • Compras
  • Armazenagem
  • Manuseio de Materiais
  • Embalagem
  • Padrões de Serviços ao Cliente
  • Produção
  1. Logística reflete o crescimento da industrialização e globalização dos negócios em geral;
  2. Nações industrializadas possuem economias mais voltadas à serviços;
  3. Integração das atividades da cadeia de suprimentos e a gestão da mesma entre áreas funcionais da organização;
  4. Tecnologia de informação cada vez mais aplicada na administração.

A Logística é a essência do comércio. Ela contribui decisivamente para melhorar o padrão econômico de vida geral.

As atividades logísticas são a ponte que faz a ligação entre locais de produção e mercados separados por tempo e distâncias.

Regiões especializadas em algum tipo de produto com produção em ótimas condições. A produção pode ser enviada, com vantagem econômica, a outras áreas produtoras (ou consumidoras), e os artigos necessários de escassa ou inexistente produção seriam importados. Esse processo de intercâmbio segue o princípio de vantagem comparativa.

Ex: Coréia do Sul fabrica gravador de DVD mais barato que nos EUA, enquanto este produz software a preços mais baixos que os da Coréia do Sul. Com um eficiente serviço de transporte os países poderiam importar o produto por um preço menor do que se fosse localmente (no mesmo país ou região) produzido.

Agora, colocarei a definição resumida da logística que foi promulgada pelo Co
uncil of Logistics Manegement (CLM), organização que reúne gestores logísticos, educadores e profissionais da área criada em 1962 que tem como objetivo incentivar o ensino nesse campo e incentivar o intercâmbio de idéias. Essa pequena definição dará alguma idéia sobre o que é logística quando alguém lhe fizer esta pergunta. Segue definição:

“Logística é o processo de planejamento, implantação e controle do fluxo eficiente e eficaz de mercadorias, serviços e das informações relativas desde o ponto de origem até o ponto de consumo com o propósito de atender às exigências dos clientes.”

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: