Site para conhecer mais os políticos

26 08 2010

Ano de eleição é cheio de promessas que, dificilmente, serão cumpridas. Milhares de candidatos, muitos mais para palhaços do que políticos querendo um cargo no governo ou, simplesmente, garantir mais 04 anos de casa. Enfim, a mesma história de sempre.

O que queria é compartilhar com todos o site http://www.excelencias.org.br/ que traz o histórico de todos os políticos do brasil, os patrimônios, os projetos, e claro, as acusações e crimes cometidos por alguns (ou boa parte) deles. É uma boa dica para saber mais sobre o seu candidato.

Anúncios




Construindo uma ferrovia

20 08 2010

Vídeo muito interessante mostrando como se constrói uma ferrovia usando maquinário tecnológico. A velocidade é impressionante! Alguém deveria mostrar esse vídeo aos políticos do nosso país.





Sorteio do livro Logística Internacional – um enfoque em Comércio Exterior

18 08 2010

Para participar a pessoa precisa ter um twitter, seguir o INPG (@inpg_oficial) e twittar a seguinte frase “Eu quero o livro Logística Internacional – um enfoque em Comércio Exterior” #sorteioinpg   – O sorteio será dia 20, próxima sexta-feira.





Itajaí Trade Summit reúne gigantes dos setores logístico, transporte e comércio internacional

12 08 2010

Há três anos, o evento é realizado na cidade de Itajaí, localizada em um dos principais complexos portuários do Brasil. Para a edição de 2010, espera-se crescimento médio de, aproximadamente, 20% no número de visitantes. Aumento deve ser impulsionado pela recuperação econômica do país

Com previsão de reunir 8 mil visitantes, a Itajaí Trade Summit chega em sua terceira edição como o mais qualificado encontro na área de logística, transporte e comércio internacional do sul do Brasil. A feira de negócios reúne executivos, diretores e técnicos de pequenas, médias e grandes empresas deste segmento.

Cerca de 60 expositores irão apresentar seus produtos e serviços no Centreventos Itajaí, em Itajaí (SC), de 15 a 17 de setembro. Entre tantos expositores de destaque, estão a Maersk, os portos de Santos, Rio Grande, Itajaí, Navegantes (Portonave), além de empresas como Teconvi, Próspera Trading, Localfrio, GTLOG, Grupo Columbia, DC Logistics, DHL, Multilog, MercoSul Line, Local Frio, entre outros.

A feira promove o intercâmbio entre empresas de diferentes portes e entidades ligadas ao setor. “O objetivo da ITS é oferecer subsídios para o desenvolvimento do setor, promover o lançamento de novos serviços, tecnologias, oferecendo ao público visitante a cadeia completa de prestadores de serviço. Exportar ou importar algo simples quando você é assessorado por empresas segmentadas e que conhecem profundamente como realizar cada etapa da atividade”, comenta o organizador do evento e diretor do Portal NetMarinha, Ricardo Demasi.

Segundo a comissão organizadora do evento, a expectativa para a edição de 2010 é que a feira registre crescimento médio de 20% no número de visitantes. A previsão otimista é motivada pela recuperação econômica brasileira pós crise mundial, pelo aumento das exportações e o expressivo apoio de 35 entidades de classe ao evento.

Dados da Secretaria do Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, indicam que nos sete primeiros meses de 2010, o Brasil registrou elevação de 27,1% na média diária das exportações e de 45,1% na média diária das importações. Apenas no mês de julho, o resultado acumulado das exportações somou US$ 17, 674 bi – crescimento de 30,7% comparado ao mesmo período de 2009. Já as importações, registraram aumento de 51,9%. Com estes resultados, a balança comercial brasileira fechou o último mês com superávit (diferença entre exportações e importações) de US$ 1,358 bi. De acordo com informações divulgadas pelo MDIC, este foi o segundo melhor resultado mensal do comércio externo brasileiro para julho, ficando atrás apenas do mesmo mês de 2008.

O bom momento do comércio internacional brasileiro tem reflexo na movimentação de cargas do Complexo Portuário do Itajaí, onde há três anos é realizada a Itajaí Trade Summit. Composto pelo Porto Público e demais terminais localizados em Itajaí e Navegantes, o complexo portuário quase dobrou a movimentação no primeiro semestre de 2010. Nos seis primeiros meses deste ano, o volume acumulado de embarques e desembarques atingiu 423,76 mil TEUs (Twenty-foot Equivalent Unit – unidade internacional equivalente a um contêiner de 20 pés), um incremento de 78% sobre o mesmo período do ano passado. Esses números superaram 50% da meta estipulada para 2010: 800 mil TEUs ao longo dos 12 meses. Conforme divulgado pelo Porto de Itajaí, a previsão para o segundo semestre, é que o aumento na movimentação portuária seja ainda maior.

Inscrições

As inscrições para o Itajaí Trade Summit 2010 são gratuitas e podem ser feitas no site http://itajai.tradesummit.com.br/.

Sobre a feira

Destinada a profissionais de empresas exportadoras, importadoras, prestadoras de serviços e equipamentos, a Itajaí Trade Summit (ITS) é realizada pela NetMarinha, empresa que administra o maior portal de comércio internacional e logística do Brasil.

Em 2010, a feira será realizada entre 15 e 17 de setembro, das 14h às 22h, no Centreventos Itajaí, localizado na Avenida Ministro Victor Konder (Avenida Beira Rio), bairro Fazenda, em Itajaí.

Mais informações em: http://itajai.tradesummit.com.br, através do e-mail: marketing@netmarinha.com.br ou pelo telefone: (48) 3321.0248/ 3321.0249.





CASE: Farmoquímica sistematiza gerenciamento de fretes com GKO FRETE

10 08 2010

Planilhas eletrônicas e processos manuais deram lugar à acuracidade de dados e agilidade no processo de conferência

A indústria farmacêutica carioca Farmoquímica (FQM) atua há mais de 70 anos no mercado produzindo e comercializando medicamentos éticos. Com uma fábrica de 26.000 m2 e um centro de distribuição com capacidade para armazenagem de mais de três milhões de unidades de medicamentos, em 2007 a empresa expandiu seu tamanho ao inaugurar uma fábrica de 1.200 m2 para produção de sólidos hormonais e, apesar de um porte expressivo nas atividades de armazenagem e expedição de produtos, até 2005 a FQM gerenciava seus fretes com auxílio de planilhas eletrônicas.

Os controles de entregas eram enviados pelas transportadoras prestadoras de serviços em planilhas eletrônicas e a conferência de faturas era feita manualmente. O processo, de acordo com o coordenador de expedição da FQM, Márcio Batista, consumia tempo e deveria ser otimizada. “Todas as faturas de fretes eram calculadas manualmente e havia precariedade das informações sobre ocorrências de entregas transmitidas pelas transportadoras”.

O GKO Frete veio em momentos em que a empresa precisava “profissionalizar” com urgência a gestão de seus fretes e visualizar claramente as informações de expedição de seus volumes; acompanhar o status dos produtos expedidos; e promover a integração com clientes (setores) internos como o financeiro, fiscal e vendas e com clientes externos, ou seja, as transportadoras. Outros benefícios vislumbrados com a implantação do GKO Frete eram as simulações de fretes, o acesso a relatórios gerenciais para a tomada de decisões e a possibilidade de avaliar o desempenho das transportadoras.

A solução e os resultados

A implantação do GKO Frete pela FQM foi sacramentada em 2005 registrando como maior desafio uma mudança de hábito no dia a dia dos colaboradores. A empresa usuária venceu rapidamente as barreiras culturais para educar e multiplicar para os colaboradores de outras áreas da empresa, como os departamentos financeiro e fiscal, os benefícios decorrentes da integração para a rápida troca de informações no âmbito do gerenciamento de fretes proporcionado pela nova ferramenta.

O coordenador de expedição da FQM, Márcio Batista, aponta a velocidade na troca de informações com fornecedores da área de Transportes como um dos pontos fortes resultantes da implantação do GKO Frete, pois a logística da empresa requer rapidez, seja de uma informação de entrega ou na conferência de faturas. “A integração com os clientes internos foi de grande valia, mas poder conhecer os números de fretes e simular situações também foi uma conquista importante”.

Ele diz que outro destaque do GKO Frete para a gestão de fretes da FQM é o módulo de auditoria, também chamado de conferência, em que o usuário confronta os valores de frete de forma ideal, ou seja, no momento do envio da emissão e envio do conhecimento. Isso permite correções antes da emissão da fatura, sendo possível detectar erros em informações como alíquotas de impostos. Como utiliza esse módulo de forma intensa, a FQM é um usuário com grande conhecimento e também exigente para dinamizar os processos: a empresa deu início à utilização de um recurso para geração de pré-fatura para transferir a sobre carga em relação a auditoria para a transportadora.

No módulo Acompanhamento de Entrega/Ocorrência, a FQM verifica o status da carga (se foi entregue atrasada, se foi extraviada, avariada, etc.) e ganhou maior poder de negociação com transportadoras com base no prazo de entrega na cidade destino. Com base nessas informações consegue gerar relatórios estatísticos avaliando o desempenho da transportadora.

No final de 2009, a FQM precisou alterar a interface de escrituração fiscal para atender às demandas de informações de seu software de gestão empresarial para o SPED Fiscal.

Sobre a GKO Informática

Fundada em 1987, a GKO Informática se dedica ao desenvolvimento e ao apoio à implantação de soluções de base tecnológica na área de logística e especializou-se na área de gestão de fretes para embarcadores, segmento no qual atua com seu principal produto, o software de gestão de fretes GKO FRETE. A empresa oferece serviços de consultoria e ministra cursos aos embarcadores sobre como contratar e administrar fretes para gerar lucros. O software GKO FRETE foi eleito a Marca Líder em software TMS nos anos de 2006, 2007, 2008 e 2009 em premiação promovida pela revista IntraLogística, editada pelo Instituto IMAM. A GKO Informática foi eleita “Protagonista da Logística” pela Aslog em 2009, na comemoração do décimo aniversário da Associação que representa os profissionais de logística.

A GKO estendeu as aplicações do GKO FRETE aos segmentos de serviços, varejo e portais da internet que oferecem serviços de cotação de fretes, intensificando também sua atuação junto aos operadores logísticos. A empresa oferece a modalidade de terceirização de infraestrutura (hardware e software) para seus clientes, o que permite aos clientes o acesso ao GKO FRETE via internet no modelo Saas. Mais de 200 empresas implementaram a ferramenta para gerenciar seus fretes, entre elas Danone, Mabel, Melitta, Parmalat, Volkswagen, Volvo, Schulz, Chevron, BR Distribuidora, Amanco, Natura, DPaschoal, Mabe, Panasonic, GKS, Novartis, Roche, Mantecorp, Syngenta, BIC, Oi, Teka, Carrefour, WalMart, Coteminas, Record, Saraiva, O Boticário, entre outras.

Mais informações:

Manchete Editorial Comunicação

Andrea Espírito Santo

Assessora de imprensa

Rua Pageu, 48 – Vila Mariana
São Paulo – SP – CEP 04139-000
Telefone: (11) 5587-3539/ (11) 8263-4543
e-mail: andrea.espiritosanto@ig.com.br





Auditoria

3 08 2010

Auditoria é uma atividade de avaliação independente, voltada para o exame e avaliação da adequação, eficiência e eficácia dos sistemas de controles internos de uma organização e o respeito a normas e padrões predeterminados, objetivando a integridade, transparência e confiança nas informações e operações.

Um dos objetivos da auditoria é estabelecer e monitorar planos, critérios, avaliações e métodos de trabalho para tornar o sistema de controles operantes, reduzindo sistematicamente as possibilidades de erros e eliminando atividades que não agregam valor para a empresa.

Tipos de Auditoria

Auditoria de primeira parte (auditoria interna):

São auditorias conduzidas pela própria organização, ou em seu nome, para análise crítica pela direção e outros propósitos internos, e podem formar a base para uma auto-declaração de conformidade da organização. Em muitos casos, particularmente em pequenas organizações, a independência pode ser demonstrada pela liberdade de responsabilidades pela atividade sendo auditada.

Auditoria de segunda parte:

Auditorias realizadas por partes que têm um interesse na organização, tais como clientes, ou por outras pessoas em seu nome.

Auditoria de terceira parte:

Auditorias executadas por uma organização externa de auditoria independente, tais como organizações que provêem certificados ou registros de conformidade com os requisitos da ISO 9001, 14001 ou outra norma.

A auditoria logística é um exame periódico do status das atividades logísticas. Em função da possibilidade de ocorrência de erros nos sistemas de relatório e da ausência de relatórios sobre determinadas atividades, surge a necessidade de uma completa avaliação periódica da situação. Um sistema de controle perde sua efetividade quando a informação disponível carece de precisão. A auditoria de informação é usada para estabelecer novos pontos de referência em relação aos quais os relatórios são gerados e para corrigir erros resultantes do desempenho de algumas atividades logísticas vítimas da informação errada.

Exemplos de atividades a serem auditadas:

  • Compras
  • Estoque
  • Inventário
  • Fretes
  • Controle da frota, transporte e distribuição
  • Armazenagem
  • Níveis de serviço ao cliente
  • Custos logísticos

Todas elas provêem informações básicas indispensáveis para um efetivo controle logístico.

Contratar uma agência externa é algo especialmente benéfico para a pequena empresa que não pode prover eficientemente uma equipe para tal atividade.