Dica para embarcadores e empresas de transportes

30 06 2011

Tive a oportunidade de analisar o Guia Geral dos Transportes da Transvias e achei ótimo para quem trabalha com transporte rodoviário. É uma ótima maneira de localizar empresas de transporte de cargas por todo o país. Essencial para embarcadores que buscam transportadoras e essas, para conseguir frete retorno.

Além do guia impresso, o portal on-line  Transvias ( http://www.transvias.com.br/ ) permite cotação, contato com transportadores, simulador de distância e outros recrusos.

 

Anúncios




Trecho de rodovia japonesa reconstruída em seis dias

24 03 2011

É incrível a rapidez com que foi reconstruído um trecho de uma rodovia no Japão que foi destruída em consequência do terremoto do dia 11 de março que, juntamente com um tsunami, assolou parte do país e o colocou em alerta de uma tragédia radioativa.

A empresa responsável pela manutenção da rodovia em Naka, na província de Ibaraki, recuperou um trecho de 150 metros que faz ligação com a capital Tóquio.

A foto abaixo mostra o trecho destruído após os temores:

Trecho destruído após os tremores

A imagem abaixo mostra como ficou a estrada após ser reconstruída:

Trecho reconstruído em apenas seis dias

Apesar da tragédia, e o risco de um desastre nuclear, o Japão já mostra indícios de recuperação. Um país que já sofreu com guerras e desastres naturais, e sempre se recuperou, novamente mostra ao mundo a força de vontade e garra desse povo.





Pallet, essencial para o fluxo logístico.

28 02 2011

Um dos itens mais importantes da logística, utilizado na armazenagem e transporte é o pallet (ou palete). O pallet é uma plataforma com medidas específicas e feito utilizando, em maior parte, a madeira como matéria-prima. Hoje, com a preocupação ambiental, vemos pallets feitos de plástico e até de metal, para evitar o corte de árvores, mesmo que de reflorestamento. Muitos pallets são reutilizáveis, o que proporciona um ciclo de vida maior e mais sustetável.

O pallet pode ser utilizado para a unitização de diversos tipos de produtos e facilita o transporte, manuseio e armazenagem deste produtos e reduz o tempo destas operações.  Mas é necessário que a empresa tenha estrutura e equipamento necessário para manusear os pallets. Para a movimentação do pallet é necessário o uso de empilhadeiras e transpaleterias (manuais ou elétricas) que encaixam os garfos nas aberturas do pallet e as utilizam para a suspensão do mesmo. Os pallets são armazenados em estruturas porta-pallets.

Os pallets são utilizados em carregamentos de cargas em caminhões ou containers. É necessário que seja emitida uma nota fiscal especificando a quantidade e valor dos pallets transportados para garantia caso ocorra perda e seja requerido ressarcimento. O valor dos pallets pode ser acrescido ao preço do produto caso não ocorra a devolução dos mesmos.

Atualmente, as empresas não precisam ser proprietárias de pallets, pois há prestadores de serviços que alugam pallets, na quantidade e momento requerido pelo cliente. É sempre essencial, na contratação destes serviços, analisar o contrato para definir quais responsabilidades de cada parte.

Para administração e controle dos pallets, código de barras são utilzados para constar informações do proprietário, produto, destino, entre outras informações de determinado pallet.

Os principais tipos de pallets são:

Pallets descartáveis (Oneway):

Larga utilização na industria, baixo peso e custo, geralmente construídos em 'pinus' e projetados a partir de peça que será movimentada. O nome "oneway" é pelo fato de não ser reutilizado depois do primeiro uso.

Pallets comun:

Maior resistência e capacidade de carga, ótimo custo-beneficio, geralmente são fabricados de acordo com as dimensões exigidas pelo cliente. Podem ser utilziados mais de uma vez.

Pallet PBR:

 

Introduzido no mercado em 1990 pela Abras e entidades que fazem parte do Comitê Permanente de Paletização (CPP), com a assessoria do Instituto de Pesquisas Tecnológicas da Universidade de São Paulo (IPT-USP), depois de vários anos de testes e ensaios, o pálete padrão PBR é o modelo ideal para a movimentação e armazenamento de mercadorias no Brasil. Com a padronização da medida, em 1,00 x 1,20m, e da estrutura de construção, pela primeira vez passou a ser economicamente viável a manutenção de estoques de pallets para venda futura.

Pallet plástico PBR dupla face:

Pallet de plástico. Alternativa para o pallet de madeira.

Transpaleteira manual:

Transpaleteira elétrica:

Empilhadeira carregando um pallet com tambores:

Pallet sendo colocado em posição numa estrutura porta-pallet:

Estrutura porta-pallet:

É importante destacar que o operador de empilhadeira tenha experiência e prática no uso do equipamento, pois é comum um operador errar a colocação dos garfos da empilhadeira e danificar o pallet.

O pallet, apesar de parecer simples, continuará por muito tempo sendo essencial para o fluxo e armazenagem produtos entre os elos de uma cadeia de abastecimento.

Rodolfo Luiz Alvarenga





Edição 9 anos da revista LogWeb

14 02 2011

Pessoal, já está disponível para download em pdf a edição #108 da revista Log Web. Esta edição é comemorativa dos 9 anos de publicação. O link para download é http://www.logweb.com.br/novo/upload/revista/108/logweb108site.pdf

Boa leitura!





Nova edição da Revista Mundo Logística

13 01 2011

A nova edição número 20 da revista Mundo Logística já está disponível. Abaixo, segue o conteúdo da mesma:

– A importância de SLAs na terceirização logística
Saiba como as empresas precisam de termos contratuais eficazes para gerir a qualidade dos serviços de logística terceirizada e, desta forma, do nível de serviços prestados aos seus próprios clientes. Esta ideia básica está por trás dos chamados SLA, ou service level agreements. Por Alexander Supply

– Coluna Supply Chain Consulting – Reduzindo riscos na seleção de prestadores de serviços logísticos
Entenda os passos para reduzir riscos no momento de selecionar ou trocar o seu fornecedor de serviços logísticos. Quais os passos para seleção? Quem deve ser envolvido e muito mais. Por Eduardo Vecchi e Steven Laiss

– Entrevista com Douglas M. Lambert
Na entrevista “Uma visão global do Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos”, um dos maiores especialistas do mundo no assunto, Douglas Lambert, conta um pouco do que pensa sobre o assunto. Originalmente publicada como “A Global View of Supply Chain Management” na Universidade de Auckland BUSINESS REVIEW.
– Presente e Futuro dos Sistemas APS
Nesta segunda parte do artigo conheça sobre tendências, oportunidades e a emergência de abordagens distribuídas. Por Luis Antonio de Santa-Eulalia, Sophie D’Amours e Jean-Marc Frayret
– Prêmio Rapidão Profissional de Logística do Ano 2010
Conheça como foi a noite de premiação e quem são os finalistas e vencedores de 2010
– A logística na cadeia portuária: o caso do Porto de Lisboa
No momento em que se discute a elaboração de um plano nacional de logística portuária, importa, entre outras coisas, definir a posição do porto na moderna cadeia de suprimentos. O porto é cada vez mais percebido como um elo da cadeia. Por Abílio Neves Marques Afonso, Darli Rodrigues Vieira e Dominique Altoé Vieira
– Custeio baseado em atividades (ABC) aplicado na avaliação do desempenho da frota de transportadora de cargas
Os resultados oriundos do custeamento pelo ABC permitem o conhecimento de informações gerenciais relevantes para o gestor de uma transportadora. Entenda como utilizá-lo e seus benefícios. Por Rodney Wernke e Eduardo Zanellatto Mendes
– Gestão de Variabilidades na Cadeia de Valor
O artigo descreve os aspectos que envolvem as variabilidades da cadeia e propõe novos métodos para suportar a tomada de decisão dos gestores da cadeia de valor. Por Luis Augusto Franciosi e Carlos Frederico Bremer
– A Estratégia de Operações e o Desenho de Redes Logísticas
Uma análise dos fatores relevantes na tomada de decisão pela contratação e a satisfação dos embarcadores de menor porte em relação aos serviços de transporte contratados. Por Marcos J. Isaac
– Nível de Serviço Desejado e Percebido pelos Embarcadores
Uma análise dos fatores relevantes na tomada de decisão pela contratação e a satisfação dos embarcadores de menor porte em relação aos serviços de transporte contratados. Por Ricardo S. Martins
– Coluna Estrategística: Modelos Intuitivos
Por Rodrigo Guerra
– Coluna Logisticamente Falando: Das Fraquezas da Globalização
Por Rodrigo Acras
– Coluna Recomendação de Leitura: Gestão Financeira. Ênfase em aplicações e casos nacionais
Por Darli Rodrigues Vieira

Site da revista: http://www.mundologistica.com.br/default.shtml





Somos 190,7 milhões de brasileiros

29 11 2010

O censo realizado neste ano pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) indica que o Brasil tem uma população de 190.732.694.

Para melhor apresentação dos dados, o IBGE disponibilizou um apresentação dos dados. O link para visualizá-la é http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/imprensa/ppts/0000000237.pdf





Como colocar navios na água

10 11 2010

Esse vídeo mostra como os navios são lançados no mar. É impressionante!